Josy Santos

Josy Santos nasceu na Bahia, a Mezzo-soprano começou seu treinamento de canto em São Paulo com a professora de canto Marcia Soldi. Ela completou seus estudos na Universidade Cruzeiro do Sul como Bacharel em Canto. Seus estudos posteriores levaram a mezzo-soprano à Prof. Ursula Targler-Sell na HfMDK Frankfurt, onde ela completou seu mestrado em Ópera com distinção. Em 2019, ela começou o seu Doutorado em Ópera pela HfMDK Frankfurt.

FORMAÇÃO

2019 - Doutorado em Ópera pela Universidade de Frankfurt

2013-16 Mestrado em Ópera pela Universidade de Frankfurt

2010-2012 - Opera Estúdio pela Escola de Música Tom Jobim EMESP

 

2007-2009 – Bacharelado em Canto pela Universidade Cruzeiro do Sul

EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL - Principais

2017-19 - Membro permanente da Ópera de Hannover

2016-17 – Membro do Ópera Estúdio da Ópera de Stuttgart 

Santos,_Josy_©_Martin_Sigmund.jpg

Currículo

           Josy Santos nasceu na Bahia, a Mezzo-soprano começou seu treinamento de canto em São Paulo com a professora de canto Marcia Soldi. Ela completou seus estudos na Universidade Cruzeiro do Sul como Bacharel em Canto. Seus estudos posteriores levaram a mezzo-soprano à Prof. Ursula Targler-Sell na HfMDK Frankfurt, onde ela completou seu mestrado em Ópera com distinção. Em 2019, ela começou o seu Doutorado em Ópera pela HfMDK Frankfurt.

             De 2015 a 2017, Josy Santos integrou a Ópera de Stuttgart como integrante do Ópera Estúdio em numerosos papéis, incluindo Siebel em "Fausto" de Gounod, Oberto em "Alcina" de Haendel, 2ª Magd em "Elektra" de Strauss e Cherubino em "As Bodas de Figaro" de Mozart.

De 2017 a 2019 a mezzo-soprano foi membro permanente da Ópera de Hannover, onde apareceu como João em "João e Maria" de Humpedinck, Ottavia/Fortuna em "L'incoronazione di Popea" de Monteverdi, Marchesa Melibea em "Il Viaggio a Reims" de Rossini e Hermia em "Sonho de uma Noite de Verão" de Bejamin Britten. Em 2017 Josy Santos integrou pela primeira vez a companhia da Ópera National du Rhin como Samaritana em "Francesca da Rimini" de Zandonai, em 2019 ela retorna como Bernardo em "Beatrix Cenci" de Ginastera.

Na temporada 2019/2020, a Mezzo-soprano integrou a companhia do Théâtre Royal de la Monnaie/De Munt em Bruxelas como cover musical do Cherubino, Dorabella, Marcelina e Despina de Mozart.

Seu vasto repertório, inclui papéis como Angelina em "La Cenerentola" de Rossini, Segunda Dama em "A flauta Mágica" de Mozart, Dardano em "Amadigi di Gaula" de Haendel, Zitta em "Gianni Schicchi" de Puccini, Maddalena em "Rigoletto" de Verdi, Frau von Hufnagel em "Der Junge Lord" de Hans Werner Henze, Page em "Salome" de Richard Strauss.

A mezzo-soprano trabalhou com diretores cênicos de renome como Frank Castorf, Peter Konwitschny, Jossi Wieler e maestros como Sylvain Cambreling, Ulf Schirmer, Marc Soustrot e Ivan Repusic. O repertório de concerto da mezzo-soprano inclui também numerosas obras de Bach, Garcias, Haydn, Pergolesi, Beethoven e Saint-Saëns.

Josy Santos é vencedora em vários concursos, entre outros o 52º Concurso Internacional de Canto de Toulouse 2019, Operalia 2018, Emmerich Smola Förderpreis 2018, Annelise-Rothenberger-Competition 2017. Ela participou também em Festivais Internacionais de Canto como Rheingau Musik Festival, Kammeroper Schloss Rheinsberg, Opera Schloss Hallwyl e Festival de Música em Trancoso.